• gigatron

Varejo online x Loja física

Como sempre, vender é o objetivo principal de todo negócio, independentemente se ele é físico ou online. No entanto, existem algumas diferenças fundamentais entre esses dois tipos de loja que podem mudar completamente a estratégia de conversão de vendas.


Loja física


Quando o assunto é vender é uma loja física, a gente não pode descartar o fato um pouco óbvio que é abertura do espaço físico em si para começar a vender. Isso implica em um investimento inicial no negócio um pouco mais alto já na fase de abertura.


Em contrapartida, o atendimento ao cliente presencial representa uma força muito grande de vendas. Outro ponto que joga muito a favor deste tipo de negócio, é o fato de que o cliente pode ver e, dependendo do tipo de produto, provar, ali mesmo na loja – processo que muitas vezes ajuda na decisão de compra.


Para quem vende online, a gente também dá a dica do que vai ajudar a alavancar o negócio em 2021:


Customer Experience: A experiência de compra representa um papel determinante no processo de retenção de clientes e, em tempos de distanciamento social, uma das principais tendências para manter o nível de atendimento ao consumidor é investir em Customer Experience, o já famoso CX.


Esse termo diz respeito à experiência de compra oferecida em todas as etapas que o seu cliente passa até realizar a compra e utilizar o seu produto, o que também inclui o processo de pós-vendas. É seguro dizer que o CX é o atendimento ao cliente na sua versão 2.0, com a função de não apenas entregar uma solução, mas fidelizar e criar uma boa experiência para o cliente.


Omnichannel: o conceito de omnichannel surgiu do novo perfil de comportamento do consumidor, que busca muito mais do que uma compra na hora de escolher produtos ou serviços de uma loja, ele busca uma experiência. Isso significa que é preciso desenvolver um relacionamento mais estreito e assertivo com clientes e prospects nesse cenário.


Para ganhar destaque, um negócio deve ser omnichannel. Essa estratégia significa a integração entre diferentes pontos de contato junto ao consumidor. Seu principal objetivo é garantir uma melhor experiência de compra, além de criar e desenvolver um relacionamento mais estreito com clientes e prospects.



Varejo online


Uma loja online, por sua vez, dispensa um investimento tão alto já na fase de abertura, mas esses custos precisam ser reservados para serem investidos em um futuro muito próximo com gastos com logística e estoque.


Como no varejo online não existe o atendimento ao cliente presencial, é preciso superar essa necessidade com uma estratégia muito bem delineada de atendimento por redes sociais, chat, chat bot, de forma muito agilizada e o mais personalizada possível.


É fundamental disponibilizar fotos muito bem produzidas dos produtos, além de descrições muito completas, para compensar o fato de que o cliente não tem acesso ao produto antes de fechar a compra. Outro ponto que ajuda muito na conversão de vendas é exibir avaliações dos produtos de consumidores que já compraram. Isso traz confiabilidade e credibilidade para o seu negócio.

5 visualizações

Posts recentes

Ver tudo