• Dotbank

A importância de abrir seu CNPJ

A maioria dos novos empreendedores já sabem que para ter seu negócio reconhecido e formalizado é necessário, além de outros documentos, abrir um CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica). Mas você já teve a curiosidade de entender o que é CNPJ?

Assim como o CPF (Cadastro de Pessoa Física), o CNPJ é um número único, que identifica a sua empresa, dando credibilidade. Esse documento guarda informações do seu negócio para consulta. Alguns exemplos de dados que caracterizam a empresa e podem ser obtidos por meio do CNPJ são: a identificação se o estabelecimento é matriz ou filial, o número de inscrição, a descrição da atividade, o nome, a natureza jurídica, a data de abertura, o endereço e a situação cadastral.


Antes do CNPJ, o processo era caro e às vezes inalcançável para pequenos empreendedores, pois antes do CNPJ existir, o dever de registrar empresas era do Cadastro Geral de Contribuintes (CGC).


O CNPJ abriu as portas do serviço formal e legalizado e tira você, empreendedor, das sombras da informalidade, além de dar mais respeito para o seu negócio crescer e te proporcionar mais chances de trabalho e associação com outras pessoas jurídicas.


Todo empreendedor que quer crescer precisa ser identificado e é exatamente para isso que serve o CNPJ. O Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas é a forma da Receita Federal regular de conceder direitos e obrigações para empresas e empreendedores. Ele possibilita inúmeras facilidades e vantagens para quem tem algum tipo de negócio e ainda vive na informalidade.


Além de estar em situação irregular junto aos órgãos públicos, ter uma empresa e não possuir CNPJ pode trazer prejuízos e sérios problemas.



Quais as vantagens de ter um CNPJ?


1. Ter a empresa reconhecida legalmente

O CNPJ permite que a companhia tenha respaldo jurídico e legalidade fiscal. Por meio dele, é possível conhecer a situação da empresa e, com isso, saber se existem dívidas ou problemas com a justiça, por exemplo. Resumindo, ele é fundamental para a credibilidade da empresa, pois costuma ser consultado por possíveis parceiros antes do fechamento de negócios importantes.


2. Crédito bancário como Pessoa Jurídica

Depois de adquirir o seu CNPJ, você pode conseguir mais benefícios em bancos para fazer a sua empresa crescer, ou para qualquer finalidade que seja, já que certas instituições bancárias oferecem vantagens para Pessoas Jurídicas. E, com isso, quanto mais tempo a empresa estiver regularizada, mais confiança ela transmite.


3. Contribuição com a Previdência

Se você ainda trabalha ou já trabalhou na informalidade durante algum tempo, já deve ter pensado sobre a aposentadoria, ou como você conseguirá se aposentar. O problema é que, a menos que seja feita uma contribuição para a previdência privada, o que não é muito comum, quem trabalha na informalidade sofre a angústia de não poder contar com a aposentadoria no futuro. No entanto, obter um CNPJ também resolve esse problema. Por meio do MEI, por exemplo, você já pode começar a contribuir para a sua aposentadoria com pequenas parcelas mensais, além de assegurar vantagens como o auxílio-doença e o auxílio-maternidade. Outro ponto importante é a possibilidade de receber os benefícios de uma pessoa jurídica mesmo trabalhando para outras empresas, além de oferecer direitos trabalhistas aos seus funcionários.


4. Descontos

Quando um empresário opta por ter um documento como o CNPJ, poderá fazer negócio diretamente com os fornecedores, sem depender de um mediador ou revendedor para isso. Na prática, você pode pagar menos por uma matéria-prima, o que vai resultar em um lucro maior no final do mês. E se você precisa de um veículo para realizar entregas ou demais ações relacionadas, saiba que pode pagar menos para fazer essa aquisição se entender como fazer um CNPJ. Isso porque empresas de automóveis estão oferecendo condições para as empresas e a melhor forma de comprovar que você está trabalhando de forma legalizada é ter um documento como este.


5. Permissão para emitir notas fiscais

Estes amontoados de “papéis” são representações eletrônicas de comprovantes de serviços prestados ou produtos adquiridos. Apesar do nome “Nota Fiscal”, atualmente, elas são emitidas de forma eletrônica no formato .xml.

Depois que você conseguir emitir notas fiscais, o seu negócio conseguirá mais credibilidade e mais oportunidades de trabalho, já que algumas empresas preferem, ou podem apenas fazer negócio com outras pessoas jurídicas. Se você possuir um CNPJ, poderá ter acesso a essas oportunidades.


6. Atenção ao Imposto de Renda

Particularmente para o MEI, emitir a declaração do Imposto de Renda não é obrigatório e possui certas “letras miúdas” que você precisa se atentar. Além disso, os valores dos impostos pagos pelo MEI são menores e fixos de acordo com a linha de atuação da empresa. Existem linhas pré-definidas as quais o seu negócio deve se encaixar.


Agora, finalizando o texto, depois que você passar por toda a burocracia para criar seu CNPJ, vai poder começar a desfrutar dos benefícios que você leu.

O seu CNPJ será o resultado do seu trabalho para se tornar um empresário legalizado e contribuinte dos impostos do seu país e é motivo de orgulho para você e sua empresa.



E aí, gostou do conteúdo? Compartilhe!

6 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

CONTATO FRANQUEADORA

comercial@dotbank.com.br

(18) 98146-0077

Atendimento das 9h às 17h (dias úteis)

Gigatron: Rua Liberdade, 1503

Jardim São Cristóvão • Birigui • SP 16200-374

CNPJ: 03.368.152/0001-30

Mantenedora: Gigatron

© 2020 Dotbank. Todos os Direitos Reservados.